NY – Turismo básico – Parte 1

Então, fiquei pensando em como escrever e por onde começar, afinal parece que não sobra muita novidade sobre um destino assim popular. Com certeza muitas coisas podem soar repetitivas e são informações até fáceis de encontrar em muitos lugares, mas se alguma das dicas, algum pedacinho de comentário ajudar, tarefa cumprida! Então acompanhem o primeiro capítulo da fascinante Big Apple.

Seja a primeira visita ou mais uma de muitas, Nova Iorque é o tipo de cidade em que nunca se viu tudo (ou quase tudo). Sempre tem um lugar lindo para visitar, restaurantes para experimentar, muito para comprar, bares, shows… e mesmo que a gente decida  voltar a algum dos lugares já visitados é sempre possível que se encontre alguma parte não percebida na primeira visita…

Rockefeller Center 1992
Rockefeller Center 2013

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A primeira vez que estive em NY foi em 1992 e fico feliz em ter oportunidade de passar por lá muito frequentemente. Na época eu tinha 14 anos, então meus interesses ainda eram de uma menina, e sonhava com o que se via em revistas (tô antiga, nesta época nada de internet). As maiores curiosidades eram a Estátua da Liberdade, o Empire State e na época ainda havia as Torres Gêmeas, com sua linda vista 360 graus da cidade. Mesmo com o passar destes anos ainda acho que são os pontos de partida de uma visita inaugural.

Imagens de meu álbum com o ticket de entrada para visita ao World Trade Center em 21-12-1992

Para fazer esta parte dos pontos turísticos eu sugiro os tours do tipo Hop-On Hop-Off. Tive oportunidade de fazer um tour com a Gray Line redescobrindo alguns destinos na primeira visita do meu marido a NY. Existem vários tipos de rotas e tickets para mais de um dia. São ônibus double decker, daqueles que tem a área superior aberta,e as pessoas podem descer nos pontos que interessar e depois seguir com outro ônibus deles.

Nós havíamos comprado os tickets do tour pela internet, mas dá mais trabalho ir até a central deles trocar este vale pelo ticket real do que comprar diretamente num dos pontos do ônibus. Em todas as paradas deles são vendidos os tours. Dependendo da época do ano ainda vale comprar a entrada de lugares como o Empire State para evitar muita fila e perder preciosas horas do passeio, nós compramos diretamente da internet, mas novamente há como comprar com o próprio tour ou no local. Dependendo do que se quer visitar tem um ticket que chama-se CityPass, ele dá direito a visitar  6 atrações.

Vista do andar 102 do Empire State -Central Park ao fundo (2012)
Vista do andar 102 do Empire State -Central Park ao fundo (2012)
Mirantes do Empire State
Mirantes do Empire State

 

Um dos destinos que necessita uma reservinha maior de tempo é a visita à Estátua da Liberdade. Caso a pessoa queira atravessar de ferry até a Estátua e passear pela ilha ou entrar no monumento. Para entrar e acessar diferentes partes da estátua é bom comprar o ticket antecipado porque as filas são grandes e o acesso à coroa da estátua é limitado.Entre aqui para comprar tickets.

Estátua da Liberdade 1992
Estátua da Liberdade 1992

 

Nem sempre se consegue tempo suficiente para conhecer tudo na primeira visita, mas isso é que é bom, assim sempre temos a desculpa perfeita pra voltar …

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>