Arquivo da tag: onde comer

Vista da ilha

Capri e Anacapri

Nós decidimos conhecer um pouquinho de Capri a partir de Positano. Pegamos um ferry no início de uma manhã e após 30 minutos estávamos chegando a ilha.

Vistas do Passeio ao reor da Ilha de Capri
Vistas do Passeio ao reor da Ilha de Capri

Há dois ferrys que fazem este trajeto, um que dura mais ou menos 30 minutos e outro 50 minutos. Os dois chegam na Marina Grande e de lá quem deseja conhecer a Gruta Azul já deve se agilizar e logo escolher seu meio de transporte, que se forem os barcos, já pode-se comprar o ticket logo ali no desembarque e partir a seguir. Foi o que fizemos (leia no próximo post detalhes da Gruta Azul)

Vista da Marina Grande de dentro do funicular

Vista da Marina Grande de dentro do funicular

Ao retornar para a Marina Grande fomos conhecer as cidades de Capri e Anacapri, que é como a ilha é dividida. Sendo Anacapri a parte mais alta da ilha, um pouco menos badalada e mais tranquila. Capri ao contrário já é conhecida por suas lojas de grife e resorts luxuosos, estando sempre entre os locais da moda de veraneio dos mais populares.

Vista da Ilha a caminho de Anacapri
Vista da Ilha a caminho de Anacapri

A primeira parte do caminho é feita pegando um Funicular, uma espécie de bondinho que leva da Marina Grande até a parte elevada em Capri, específicamente chegando na Piazzetta. O caminho demora uns 15 minutos e a fila anda bem depressa. Custa 1,80 euros cada bilhete.

image
Entrada do funicular
Vista de dentro do funicular
Vista de dentro do funicular

Dali pode-se pegar os ônibus ou carros tipo táxi para chegar até Anacapri. Os ônibus são bem engraçados, são estreitos como se fossem recortados ao meio, próprios para poder andar um pouco mais fácil pelas estreitas e tortuosas estradas. Os ônibus fazem bastante fila por serem pequenos e também custam 1,80 euros o bilhete por trecho.

ônibus para chegar a Anacapri
ônibus para chegar a Anacapri
Carros conversíveis adaptados fazem serviço de táxi
Carros conversíveis adaptados fazem serviço de táxi
Vista da ilha de dentro do ônibus
Vista da ilha de dentro do ônibus

Em Anacapri há um pequeno trajeto histórico que pode ser feito a pé em pouco tempo. é super agradável caminhar por suas ruas e pequenas vendas.

image

As mercearias são um sonho
As mercearias são um sonho

Já em Capri o passeio é bem mais movimentado… a Piazzetta está sempre cheia e tem ótimos bares e restaurantes.

A Via Camerelle é a rua das grifes e uma área muito gostosa de passear.

Passeando pelas lojas em Capri

Passeando pelas lojas em Capri

Almoçamos com uma linda vista em um pequeno restaurante próximo à Piazzetta, chamado Ristorante Longano. Com deliciosas massas tradicionais e um belo forno a lenha.

Janela do Restaurante
Janela do Restaurante
Meu tradicional Spaghetti alla Carbonara
Meu tradicional Spaghetti alla Carbonara
Spaghetti Aglio Olio e Peperoncino que o Julian amou!
Spaghetti Aglio Olio e Peperoncino que o Julian amou!

Vista da ilha

Vista da ilha
Vista da ilha

Definitivamente tem muito o que se ver por lá e vale passar mais dias. Mas se puder ao menos conhecer um pouquinho para matar a curiosidade (como nós) vale muito a pena.

 

Nossa vista da varanda a noite!

Positano

Positano foi nossa escolha para fixar nossa base na Costa Amalfi.

Vista de Positano do mar
Vista de Positano do mar

Várias razões nos fizeram optar por lá, mas o fator decisivo foi porque sou apaixonada pelas casinhas coloridas na encosta do penhasco!

img_3782

Acho que logo que pensamos em Positano vem algumas imagens como as casinhas e os limões sicilianos… e esta imagem é ainda mais perfeita ao vivo. Os limões perfumam a cidade e enfeitam cada cantinho.

Limões sicilianos são até decorativos
Limões sicilianos são até decorativos

Passear por suas vielas íngremes que levam a beira-mar já é por si só um programa. Cheio de lojinhas com artesanatos, roupas, cerâmica e claro muita comida!

Caminho até a praia
Caminho até a praia

Algumas das delícias do nosso caminho:

Algumas delícias do clima quente é  o slush de limão siciliano. Azedinho e refrescante, imperdível!

Carrinho típico encontrado em toda cidade vendendo Slush
Carrinho típico encontrado em toda cidade vendendo Slush

A praia é linda de ver, porém como lá ao invés de areia são pedrinhas, melhor levar um chinelinho …

Água transparente
Água transparente

E à noite, a cidade fica ainda mais encantadora, se é que é possível.

Nossa vista da varanda a noite!

Nossa vista da varanda a noite!

Seja para passear, tomar sol, deliciar-se com a culinária ou simplesmente curtir o “dolce far niente”, Positano é minha escolha número um.

img_3771

 

La Villa d’Este – Nice

Este com certeza  é um dos restaurantes que você deve anotar na agenda pra quando passar por Nice.

O restaurante tem o cardápio da culinária italiana muito variado e exageradamente bem servido .  Como passamos vários dias acabamos repetindo o lugar duas vezes e não nos arrependemos !

Claro que nós somos exagerados…  então para provar um pouco do que tínhamos curiosidade, nós dois pedimos pratos diferentes cada vez, o que é desnecessário já que a porção é gigante!

Bom aqui seguem as imagens e as descrições  para não me deixa mentir.

image

image image

LA VILLA D’ESTE - 6, rue Masséna- Nice

Feiras de Natal da Alemanha

Nossa, este sim é um tema difícil de ser demonstrado em um site em poucas palavras… O que vale ressaltar desde o início é que com toda certeza a experiência é encantadora e vale muito a pena ! Nós fomos em uma rápida viagem com destino único para este propósito, mas quem desejar fazer turismo com certeza ainda consegue unir o útil ao agradável. Resolvemos estabelecer Frankfurt como nossa cidade sede, e de lá pegar trem para cidades próximas ( somente passando o dia já que teríamos pouco tempo de viagem).

Já em Frankfurt a experiência é fantástica e já mata a curiosidade de como funciona um pouco destas belas tradições.

 

Vista da Römer Platz
Vista da Römer Platz

 

Muitas feiras estão espalhadas ao longo da cidade. Uma mais linda que a outra ! E todas com excelentes opções de comidas, bebidas e souvenirs.

 

Feira em Frankfurt – Römer platz

 

 

Feira em Mainz

 

 

Feiras em Köln

 

 

Assim como nas cidades vizinhas algumas coisas típicas se repetem como o Glühwein, uma especie de vinho quente com bastante especiarias ( lembra o quentão) , que é servido sempre em canecas lindas típicas que podem ser levadas como souvenir ou devolvidas recebendo parte do dinheiro de volta. Nós trouxemos várias já  que foi difícil escolher as mais bonitas…

 

Outra coisa muito típica são os biscoitos de gengibre , e lá são usados tipicamente ao redor do pescoço como um colar! Eu amei!!!

Eu e meu Lebkuchenherz ( meu biscoito de gengibre de coração)
Eu e meu Lebkuchenherz ( meu biscoito de gengibre de coração)

 

Os quitutes assados ou fritos variam desde peixes defumados a tradicionais salsichas alemãs e bretzels, assim como sopas e friturinhas deliciosas… Os doces são de tirar o chapéu! Um mais lindo e saboroso que o outro!

 

 

Quem adora está época de Natal como eu tem que se programar para um dia conhecer estas lindas cidades e sua cultura local. Encantador! Com certeza vou me programar para conhecer muitas outras ainda…

Restaurantes de São Paulo – Osteria del Pettirosso

Para quem adora a culinária italiana como eu, este restaurante é imperdível!

A Osteria del Pettirosso fica na Alameda Lorena ( quase na esquina coma Rebouças), uma casa aconchegante desde a entrada. O chef  Março Renzetti é o responsável pela deliciosa comida.

O cardápio é vasto e se divide em uma parte clássica e uma com as inovações da casa.

O couvert é muito gostoso , com pães caseiros fantásticos.

Escolhemos duas entradas que também foram maravilhosas. Eu optei pela Polenta e spuntature, uma polenta cremosa acompanhada de um fino ragu de costela suína e funghi. O Julian optou por Sformatino di melanzane e caprino, uma beringela recheada com queijo de cabra e acompanhada de confit de tomate.

Polenta
Polenta Cremosa

 

Entrada do Julian
Beringela Recheada

 

Para acompanhar escolhemos um vinho orgânico, delicioso.

vinho

Decidir o que experimentar realmente não foi fácil, mas optamos por provar um dos destaques do cardápio que é o Fettuccine Imperiali. Este prato é o famoso fettuccine Alfredo (massa com molho à base de manteiga e parmesão), e é preparado à risca , com a finalização sendo feita à mesa do cliente pelo próprio chef. Como sinal de homenagem a travessa usada para o preparo é servida à um dos clientes, no caso, eu fui a privilegiada! A massa é fantástica, saborosíssima, com certeza o melhor Imperiali ou Alfredo que já comi ( e olha que já pude provar alguns em alguns lugares do mundo). A porção realmente é muito generosa, já é explicado no cardápio que este é um prato para duas pessoas, mas com certeza ainda assim é com bastante fartura.

Pasta

 

Entao em alguma das vezes que você estiver por São Paulo não deixe de conhecer o restaurante!