Arquivo da tag: Trip

IMG_7211

OUTRIGGER MAURITIUS BEACH RESORT

Nosso hotel está localizado na parte sul da ilha, na região onde ainda há pouca exploração comercial. Os resorts situam-se ao longo desta costa mantendo seus isolamentos.

IMG_7011
Nossa mar cristalino

A estrutura do resort é fantástica. E oferece diárias com café da manhã, meia pensão ou all inclusive. Nós optamos pela diária com café da manhã. São servidas 2 águas por dia no quarto e pode ser solicitada quando quiser sem custo. As atividades aquáticas não motorizadas também são cortesia, como caiaque, kaitesurt,etc e também são oferecidos passeios para snorkle e em um barco com fundo de vidro para apreciar os corais.

IMG_7096
Prédio principal do hotel

IMG_1705

O hotel divide as áreas onde ficam famílias com crianças ou somente casais. Achei bem interessante pois faz com que o local se torne extremamente tranquilo.

Cabana na piscina
Cabana na piscina

 

Praia em frente ao nosso quarto
Praia em frente ao nosso quarto

Nosso quarto foi a Beachfront Junior Suite, que era simplesmente lindo e enorme (78m²). Dividido em closet, quarto, sala, sacada e dois banheiros, sendo um com a Jacuzzi com vista total do mar.

 

Vista da banheira
Vista da banheira

 

Em nosso tipo de acomodação estava incluído o acesso ao Club Executive Lounge. Que oferece café da manhã a la carte, chá da tarde, e happy hour. E ao longo do diua acesso a uma piscina privativa com drinks a disposição.

 

Café no lounge
Café no lounge

Acho que nem preciso dizer que repetiríamos com certeza!

Pôr do sol de tirar o fôlego
Pôr do sol de tirar o fôlego
DCIM100GOPRO

Ilhas Maurício

Acho que vale contar alguns fatos e dados gerais das Ilhas Maurício antes mesmo de mostrar como foi nossa viagem.

 

Vista na chegada
Vista na chegada

A começar pelo nome: Maurícia, Maurício, República de Maurício ou República da Maurícia.

O país é conhecido com “a pérola do Oceano Índico” . O país tem uma imagem aérea  isolada no meio das águas azuis turquesa, que mudam de tom no contorno do litoral.

Para chegar a ilha existem vários pontos de partida por vários países, mas o que possui mais vôos e praticidade é chegar pela África. Nós fomos de São Paulo à Johannesburg  com a South African, vôo direto de mais ou menos 9 horas. Passeamos por lá e de Johannesburg até Ilhas Maurício com a Air Mauritius, um vôo de aproximadamente 5 horas.

 

A colonização sofreu influências francesa e inglesa. Tanto que ainda temos os carros dirigindo como na Inglaterra… As línguas principais são o francês e inglês e entre a população muito crioulo de Maurício.

 

IMG_7125

A população tem muitos indianos, bem como europeus e africanos. A moeda chama-se Rúpia Mauriciana e estava na proporção de 1 Rs (rúpia mauriciana)= R$0,09 quando fomos.  A renda vem  principalmente do açúcar, seguida pela exportação de chá, indústria têxtil e pelo turismo. Mas vemos ainda muitas produções como a de baunilha e Rum.

Baunilhas no passeio
Baunilhas no passeio

A capital chama-se Port Louis e fica na parte norte da ilha.  Sendo que a capital é uma cidade grande como em qualquer país, com universidade, bancos, shoppings.. além de abrigar o porto.

Mercado municipal lindo
Mercado municipal lindo

O clima local é tropical e o país é banhado pelo Oceano Índico, mas protegido pela terceira maior barreira de corais do mundo. O que faz com que a beleza marinha seja inédita e preservada. E o melhor é que você nem precisa ser um mergulhador para apreciar estas belezas!

 

By  Julian Knaesel
By Julian Knaesel
Foto do Julian Knaesel do fundo do mar
Foto do Julian Knaesel do fundo do mar

 

Para completar este cenário paradisíaco, com certeza a escolha do hotel faz uma grande diferença. Não foi a parte mais simples da viagem decidir onde ficar, a começar porque tínhamos que escolher o lado da ilha onde gostaríamos de nos hospedar.

Por fim fomos seduzidos pela paisagem inicial que me fazia sonhar com o país e escolhemos a parte mais ao sul, Bel Ombre! Ah, que região !!!Nós escolhemos o Outrigger Mauritius, um resort com rede de hotéis, que possui propriedades no Hawaii, Puhket,etc.

Vista da nossa sacada
Vista da nossa sacada

Não há o que dizer sobre o cenário dali que faça jus a beleza verdadeira… Então melhor dar uma olhadinha nas fotos do próximo post! leia mais

 

Praia no hotel
Praia no hotel

 

 

Nossa vista da varanda a noite!

Positano

Positano foi nossa escolha para fixar nossa base na Costa Amalfi.

Vista de Positano do mar
Vista de Positano do mar

Várias razões nos fizeram optar por lá, mas o fator decisivo foi porque sou apaixonada pelas casinhas coloridas na encosta do penhasco!

img_3782

Acho que logo que pensamos em Positano vem algumas imagens como as casinhas e os limões sicilianos… e esta imagem é ainda mais perfeita ao vivo. Os limões perfumam a cidade e enfeitam cada cantinho.

Limões sicilianos são até decorativos
Limões sicilianos são até decorativos

Passear por suas vielas íngremes que levam a beira-mar já é por si só um programa. Cheio de lojinhas com artesanatos, roupas, cerâmica e claro muita comida!

Caminho até a praia
Caminho até a praia

Algumas das delícias do nosso caminho:

Algumas delícias do clima quente é  o slush de limão siciliano. Azedinho e refrescante, imperdível!

Carrinho típico encontrado em toda cidade vendendo Slush
Carrinho típico encontrado em toda cidade vendendo Slush

A praia é linda de ver, porém como lá ao invés de areia são pedrinhas, melhor levar um chinelinho …

Água transparente
Água transparente

E à noite, a cidade fica ainda mais encantadora, se é que é possível.

Nossa vista da varanda a noite!

Nossa vista da varanda a noite!

Seja para passear, tomar sol, deliciar-se com a culinária ou simplesmente curtir o “dolce far niente”, Positano é minha escolha número um.

img_3771

 

Nice – Explorando a região

 

Nice é uma cidade linda e deliciosa para passear.

Sua beira mar é chamada de Promenade de Anglais, e é simplesmente linda. É onde as pessoas caminham, andam de bicicletas e onde estão os clubes de verão logo a seu lado na parte da praia, que por sinal lá não é de areia como aqui e sim com pedras grandinhas. Falando nisso é bom se acostumar a levar um chinelinho ou similar para andar por lá para não se irritar… E até para entrar no mar se não está costumado é bom uma daquelas sapatilhas para a água.

Nós escolhemos ficar é um hotel com vista para a baía para curtir o visual lindo e não nos arrependemos. Há como ficar otimamente hospedado e sem gastar fábulas …

image

O nosso escolhido foi o Mercure Promenade de Anglais, que fica estrategicamente situado na avenida de frente para o mar mas também na localização mais central dela, para ficar fácil de acessar a parte comercial e turística.

image

O hotel é bem novinho e mais elaborado que os tradicionais mercures. Tem um quarto prático e bem dividido. O café da manhã é espetacular!

image
Vista do café da manhã

 

A cidade tem excelentes restaurantes, uma grande parte localizada já na parte turística, muitos na própria Rue Massena, uma espécie de calçadão  onde também há várias lojas e parques.

Espaço Massena
Espaço Massena

Os museus são inúmeros. E suas instalações imponentes e históricas impressionam desde os jardins. Mas com certeza o maior atrativo desta parte ainda é o Hotel Negresco. Majestoso, belíssimo e pode ser visitado mesmo por não hóspedes.

Hotel Negresco
Hotel Negresco

Para compras de mercado, ou simplesmente levar algumas garrafas de água para o hotel, há vários Carrefour, U Express e pequenas conveniências todos na região central.

As lojas são bem variadas e há várias concentrações delas próximas a Gallerias Laffayette e rue Massena bem como algumas galerias e shoppings de menor porte como o Nicetoile.

 

Em resumo, a cidade tem um pouco de tudo. Mesmo que você não escolha Nice como cidade base para explorar a região vale a pena reservar um tempinho para conhecê-la.

 

Côte d’ Azur

Sem dúvidas só o nome já gera algumas imagens de belas praias, requintadas e luxuosas bem como paisagens deslumbrantes de encostas. Mas a mistura que acredito que deixa esta região tão especial é ter um pouco de tudo! Exato, um pouquinho do luxo das grandes cidades, ótimos restaurantes, belos hotéis, acesso excelente e ao mesmo tempo parecer uma pacata cidade pequena com seus lindos jardins, centrinhos antigos, pequenas patisseries…um verdadeiro charme!

Para começar a conhecer um pouquinho da região escolhemos fixar nossa base em Nice.

image

 

Nice é uma grande cidade mas com o clima delicado da Riviera Francesa. De lá é fácil acessar tanto as cidades como Cannes, St Tropez assim com as lindinhas Cap D’alil , Eze, Villefranche Sur Mer, até Mônaco.

Promenade des Anglais
Promenade des Anglais
Promenade des Anglais
Promenade des Anglais

O sistema de trens é fantástico e sai em poucos minutos além de aeroporto ser o segundo maior da França. Há também os ônibus de cidade que fazem estas linhas para as cidades vizinhas, eles têm inúmeras paradas ao longo do centro da cidade e sua periodicidade aumenta dependendo a época do ano. Nós optamos em não alugar carro porque adoramos usufruir dos trens e metrôs quando há nas cidades … Bem como os próprios ônibus e muita caminhada!

A época do ano (início de abril), foi bem agradável, com dias ainda não tão quentes e as noites também agradáveis. Nesta época começam a abrir os clubes de verão, mas ainda sem o agito do auge do verão. Para nós excelente para conhecer a região sem muitos aglomerados de gente, mas com certeza em uma próxima oportunidade mataremos esta curiosidade.

De Nice nós turistamos até  Cannes que se tornou uma de minhas favoritas! Lindíssima! Conto um pouco mais nos próximos posts.

Também fomos até as lindas vizinhas Cap D’alil, Beaulieu sur Mer, Eze, Villefranche sur Mer. Cada uma com suas belezas e todas acessíveis tanto de ônibus quanto de trem. Inclusive nós visitamos das duas formas e posso dizer que preferi o trem embora tivesse lido muito sobre se aproveitar mais a vista quando de carro ou ônibus mas o trem traz lindos visuais à beira mar, dramáticos e memoráveis!

 

Beaulieu sur Mer
Beaulieu sur Mer

Um pouco dos lindos lugares:

Um vídeo com um pouco da vista do trem:

 

 

E claro, Mônaco, que merece um capítulo à parte.

Com certeza faltou muita coisa para conhecer, afinal a região tem muitos atrativos. Mas já com este aperitivo inicial nos deixou encantados e com gostinho de logo retornar para continuar conheçendo suas belezas.